Mulher sofre com dores durante três anos devido ao trabalho mal feito de um dentista, fica traumatizada e só consegue curar as dores e o trauma após o trabalho da Dra. Valeska!

Raio X Panorâmico da paciente mostra pino de tamanho desproporcional usado no implante do dente.

A psicóloga Maria de Lourdes de Souza, de 62 anos, se trata desde a adolescência no mesmo dentista, um amigo de família que também cuidou de seus pais, filhos, irmãos e tias. Sempre com bons resultados.  Ela mesma sempre foi extremamente cuidadosa com seus dentes, o que inclui visitas semestrais ao profissional e um cuidadoso trabalho diário de higiene em seus dentes que, por isso mesmo, e apesar da idade, sempre estiveram em ótimo estado de conservação. Até então, nunca precisou de tratamento dentário sob sedação, uma especialidade da Clínica Fast Odonto.

Em 2016, pela primeira vez em sua vida, Maria de Lourdes começou a ter problemas sérios com um de seus dentes superiores, que doía diariamente e apresentava inchaço na gengiva. A solução apresentada pelo dentista foi a extração daquele dente, já bem danificado, e colocação de um implante – para resolver em definitivo as dores e manter o bom padrão estético dos seus dentes. E assim foi feito.

PACIENTE GANHOU UM INCÔMODO PERMANENTE NA BOCA

Visualmente, o trabalho realizado pelo dentista da família teve bom resultado, mas, desde que o pino do implante foi colocado em sua boca, Maria de Lourdes passou a sentir um incômodo em sua boca. “Não chegava a ser uma dor, mas era um incômodo presente diariamente na minha vida”, afirma a psicóloga. Ela chegou a reclamar com o dentista mais de uma vez, que verificou o local do implante e não encontrou nenhum problema.

Na mesma época, esse dentista também colocou outros dois implantes em Maria de Lourdes, na parte inferior da boca. E foi, na verdade, por causa desse trabalho, que ela descobriu o trabalho da Cirurgiã-Dentista Dra. Valeska Roverso Correa. Estes dois implantes apresentaram muitos problemas, incluindo uma infecção severa, com a gengiva inchada e muito dolorida. As dores eram muito fortes, mas Maria da Lourdes havia ficado traumatizada com o implante superior e passou a ser medo de ir ao dentista. O tempo foi passando e seus dentes, piorando.

TEXTO DESTE BLOG MOTIVOU MARIA DE LOURDES A RETOMAR O TRATAMENTO

Finalmente, em maio deste ano, por indicação de uma amiga, ela leu alguns artigos do blog “Fim do Pânico de Dentista”, desenvolvido pela Clínica Fast Odonto, da Dra. Valeska. Ao conhecer casos reais de pessoas que tinham pânico de dentista e que, mesmo assim, se submeteram ao inovador tratamento odontológico sob sedação da Dra. Valeska, ela resolveu tentar de novo. “Não posso perder essa chance”, afirmou a psicóloga ao ler o artigo do blog.

“Ela chegou ao consultório odontológico muito desconfiada, insegura, com fortes dores, mas com muita esperança que eu conseguisse, enfim, resolver o problema dela nos dois implantes inferiores”, explica a Dra. Valeska. Para entender a causa do problema e tratar os dentes da melhor forma possível, foi realizado no próprio consultório um Raio X Panorâmico da boca de Maria de Lourdes. Enquanto analisava os dentes inferiores, a Dra. Valeska não pode deixar de observar um pino imenso, muito além do tamanho normal, que foi utilizado naquele implante superior, em 2016, que até hoje ainda incomodava diariamente a psicóloga.

“Era muito desproporcional e provavelmente seria a causa do incômodo que paciente sofria há três anos”, diz a Dra. Valeska. “Este pino rompeu a cortical do seio maxilar da paciente. Tinha 8 mm dele enfiado dentro do seio maxilar dela!!!!”, explica a Dra. Valeska. Em comum acordo entre dentista e paciente, o implante superior foi retirado para eliminação daquele pino.

TRATAMENTO FOI REALIZADO SOB SEDAÇÃO

“Desde aquele dia, em maio, o incômodo da minha boca desapareceu”, confessa Maria de Lourdes. Por enquanto, ela está com um dente provisório no local, aguardando a cicatrização do local para finalização do trabalho. Mas não sente mais incômodos ou dores ali. No mesmo dia, a Dra. Valeska também tratou os dois implantes inferiores, o motivo pelo qual Maria de Lourdes havia procurado a Clínica Fast Odonto. Ali também, uma dos implantes precisou ser retirado completamente, o que também acabou com as dores e permitiu que a infecção fosse contida. Também neste dente, Maria de Lourdes aguarda a cicatrização para finalização do trabalho.

Devido ao trauma adquirido em 2016, no dentista familiar, Maria de Lourdes não tinha coragem de enfrentar o estresse de um tratamento dentário e o jeito foi recorrer à especialidade da Dra. Valeska: o tratamento odontológico com sedação. “Foi maravilhoso. Eu dormi, não vi nada, não lembro de nada e fiquei livre de todas as dores”, explica a paciente. Ela ficou bastante satisfeita com todo o trabalho da Clínica Fast Odonto.

“Mesmo depois que os implantes definitivos forem colocados, já decidi que vou continuar me tratando para sempre com a Dra. Valeska. Ela é muito gentil e transmite muita segurança e confiança aos pacientes com seu trabalho”, conclui Maria de Lourdes.